MINHA INSPIRAÇÃO, VOCÊ…

Imagem

Olhos brilhantes e profundos.

Boca linda que enfeitiça

Amor mais puro do mundo

Que em sonho se realiza…

A inspiração se faz em você,

Musa das minhas poesias,

O amor se faz em você,

Musa que alegra os meus dias.

O som do meu coração bem alto

Pede a tua presença.

Quer o teu sorriso.

Amor que chegou sem pedir licença,

A inspiração que para escrever preciso.

A lua brilha, traz o frio da noite com ela.

Quem dera ver teu sorriso,

Lua cheia, minguante, branca ou amarela…

Não importa a cor da lua quando você

E minha mais alegre aquarela.

O tempo voa ligeiro

Quando ao seu lado estou.

Um amor puro e verdadeiro

Sentimento avassalador que com você despertou.

Brilho intenso da minha luz,

Inspiração da minha alegria.

Razão deste amor que me seduz,

Reescrevendo minha vida em poesia…

GILBERTO CAMPOS…

Anúncios

SIMPLES ASSIM…

 Simples assim,

Início de algo inesperado.

Momentos de espera sem fim,

Onde o coração fica acelerado.

 Não sei como explicar

Isso que me vicia e embriaga.

Como me deixar levar

Rumo a esta estrada?

 Esse caminho sem direção

Por onde espero você.

Aonde vou parar com tamanha emoção?

Linda, meiga, mulher, menina, você…

 Diga que meu coração não descompassa em vão.

Que meu sonho é verdadeiro.

Indique como ganhar seu coração,

E ter assim teu corpo inteiro.

 Sonho com você

Sonho em te ver de perto.

Sonho como fala, como sorri…

Sonho em te deixar em meu peito,

Que de paixão hoje é um mar aberto.

 Aberto a sentimentos,

Aberto para um novo caminho.

Aberto para novos momentos,

Aberto para novos carinhos.

 Simples assim,

Sem não ou por que.

Simples assim,

Meu coração só quer você.

GILBERTO  CAMPOS.

* Poesia participante do Concurso Nacional de Literatura

“PREMIO DE BELO HORIZONTE 2012″

Encarte “Chuvas de Emoções”

VOLTA…

Imagem

  Eu fiquei parado.

Você me hipnotizou.

Eu, um eterno apaixonado,

Louco quando meus olhos te encontrou.

Instinto, sentimento, coração fechado,

Nada disso me protegeu.

 

Sorriso que me enfeitiçou,

Carinho que desejava usufruir.

Hoje só penso em você.

Você doce loucura e delírio.

Amor sem razão ou sentido.

Boca de doces beijos proibidos.

  

Você me fez em algo bom imaginar.

Você que não esqueci.

Você que como eu, sofreu.

Você que não quer mais chorar.

Você que me alegra ao sorrir.

Você que um grande amor viveu.

Você que não queria mais amar.

Você que eu senti falta ao partir.

Você que me faz novamente sonhar…

Você que me traz sensações,

Que não consigo mais controlar.

Você que meu coração grita em voz alta.

VOLTA, ESTOU SENTINDO A TUA FALTA…

 

GILBERTO CAMPOS…

* Poesia participante do Concurso Nacional de Literatura

“PREMIO DE BELO HORIZONTE 2012”

Encarte “Chuvas de Emoções”

 

 

QUERENDO…

Queria ver teu sorriso,

Queria me ver em teu olhar,

Queria ser seu momento decisivo,

Queria como um pássaro voar,

Alto, direto e preciso,

Para em teu colo repousar.

Queria ser o teu desejo lascivo,

Despertado ao te beijar.

Queria despertar o vulcão inativo,

Quando suavemente te tocar.

Queria sentir teu corpo passivo,

Se entregando para amar.

Queria a luxúria do sensitivo

Ouvindo seus suspiros e sussurrar.

Queria ser teu sonho proibido,

Queria, mas posso apenas sonhar.

Queria teu gozo reprimido

No repouso após te amar.

Queria teu corpo, teu gemido.

Queria, mas só me resta sonhar…

GILBERTO CAMPOS…